Decoração também tem aroma


A decoração de um ambiente é sempre uma experiência multissensorial, não apenas de estímulo à visão. Logicamente, quando vemos uma revista ou um site de decoração, apenas exercitamos a visão e podemos imaginar, por exemplo, sensações do tato. Uma poltrona aveludada ou uma peça de madeira de demolição podem comunicar pela visão a impressão táctil que devem passar ao vivo. Mas nada é igual à experiência direta!


Outro fator agradabilíssimo na decoração mas impossível de viver pelos olhos é o uso de aromas. Ao gosto do cliente, é possível utilizar-se de home spray, difusores, velas perfumadas, incensos e aromatizantes elétricos.


A melhor dica é que o perfume seja do agrado de quem o use e que nos locais de relaxamento o perfume tenha essa conotação. As velas e incensos trazem o calor elemento natural fogo e têm um apelo diferente de um perfume lançado ao ar, porém devem ser usados com cautela e durante as horas em que há alguém desperto.


Os aromas têm uma conotação afetiva de ligação ao ambiente e à matéria e são usados na aromaterapia para tratamento de estresse e até problemas de saúde como pressão arterial. Sabemos intuitivamente que certos cheiros podem remeter com muita propriedade àlguma lembrança. Por isso, se a decoração do seu lar se preocupa em construir momentos de felicidade, lembre-se também de acrescentar um aroma delicioso – que representará para os moradores o cheirinho de casa.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo